A DOR QUE MACHUCA É A DOR QUE ENSINA.

POR MAIS QUE CHORES E SOFRAS SEMPRE HAVERÁ UMA SAÍDA.

O TEMPO MUDA AS PESSOAS, MAS AS PESSOAS MUDAM COM O TEMPO.


ELMAR - O CONSELHEIRO CERTO PARA AS HORAS INCERTAS.


21/05/2017

SEU CORAÇÃO PEDE MUDANÇAS



Quem escreve, conhece muito bem os benefícios de um bom coração. Para proteger seu coração, o primeiro passo é aprender seus próprios fatores de riscos pessoais para doenças cardíacas. Os fatores de riscos são condições ou hábitos que o tornam mais propenso a desenvolver uma doença. Fatores de riscos também podem aumentar as chances de que uma doença existente vai piorar. Certos fatores de riscos – como envelhecer ou ter uma história familiar de doença cardíaca – não podem ser alterados. Mas você tem controle sobre alguns fatores de riscos importantes, como colesterol alto, pressão alta, tabagismo, excesso de peso, diabetes e inatividade física. Muitas pessoas têm mais de um fator risco. Para salvaguardar o seu coração, é melhor abaixar ou eliminar o maior número possível, porque eles tendem a piorar os efeitos uns dos outros.

Os adultos de meia idade com um ou mais fatores de riscos elevados, como a pressão arterial elevada, eram muito mais propensos a ter um ataque cardíaco ou outro evento cardíaco importante durante o seu tempo de vida restante do que as pessoas com níveis ideais de fatores de riscos. Para combater seus fatores de risco cardíaco, ajuda a conhecer seus números.

Pergunte ao seu médico para medir o seu colesterol no sangue e pressão arterial. Em seguida, determinar se o seu peso está na faixa saudável. Quanto maior o seu nível de colesterol, maior risco de doença cardíaca ou ataque cardíaco. O colesterol alto em si não causa sintomas, então você não pode saber se seu colesterol está muito alto a menos que você o tenha testado. Exames de rotina podem mostrar seu nível de colesterol total e níveis separados de colesterol LDL(“ruim”), colesterol HDL(“bom”) e triglicérides. Todas estas medições de sangue estão ligadas à sua saúde cardíaca. A pressão arterial elevada(hipertensão) é outro fator importante de risco para doenças cardíacas, bem como para derrames. Pressão arterial elevada é muitas vezes chamada “assassina silenciosa”, porque como o colesterol elevado, geralmente não tem sintomas. A pressão arterial é sempre relatada como 2 números, e qualquer número acima de 120\ 80mmHG pode aumentar o risco de doença cardíaca e acidente vascular cerebral. ''A evidência científica é forte que controlar o colesterol elevado do sangue e a pressão de sangue elevada impede eventos cardíacos e ataque cardíaco.

Seu peso é outro número importante para saber. Para descobrir se você precisa perder peso para reduzir o risco de doença cardíaca, você precisará calcular o índice de massa corporal (IMC, uma relação de peso para altura). Um IMC entre 25 e 29,9 significa que você está com sobrepeso, enquanto um IMC de 30 ou superior significa obesidade.

Em seguida tire uma fita métrica. A medida da cintura de mais de 35 polegadas para as mulheres e 40 polegadas para os homens aumenta o risco de doenças cardíacas e outras condições de saúde graves. Felizmente, mesmo uma pequena perda de peso (entre 5% e 10% do seu peso atual) pode ajudar a reduzir o risco.
Uma dieta saudável para o coração inclui uma variedade de frutas, vegetais e grãos integrais, bem como carnes magras, aves, peixes, feijões e produtos lácteos sem gordura ou com baixo teor de gordura. Tente evitar gorduras saturadas, gorduras trans, sódio(sal) e açúcares adicionados.

A atividade física regular é outra maneira poderosa de reduzir o risco de problemas cardíacos e desfrutar de uma série de outros benefícios para a saúde. Para tornar a atividade física em prazer em vez de uma tarefa, escolha as atividades que você gosta, mas a caminhada é realmente uma das melhores. Pelo menos 2 horas e meia por semana de atividade física moderada pode diminuir o risco de doença cardíaca, acidente vascular cerebral, hipertensão e diabetes.

Se você tem diabetes, é importante manter açúcar no sangue, ou glicose, sob controle. Cerca de dois terços das pessoas com diabetes morrem de doença cardíaca ou vascular. Se você está em risco para o diabetes, mudanças modestas na dieta e no nível de atividade física podem sim frequentemente impedir ou retardar seu desenvolvimento. Se você é fumante, a melhor coisa que você pode fazer pelo seu coração é parar. Pessoas que fumam são até 6 vezes mais propensas a sofrer um ataque cardíaco do que os não-fumantes. O risco de ataque cardíaco aumenta com o número de cigarros fumados por dia.

A boa notícia é que parar de fumar vai começar imediatamente a reduzir o risco, e o benefício em risco reduzido continuará a aumentar ao longo do tempo. Apenas um ano após você parar de fumar, seu risco terá diminuído em mais da metade.
Além de controlar seus fatores de risco, você deve estar atento a certos sintomas e ser verificado por um médico. Sinais comuns de que algo está errado com o seu coração, inclui angina dor no peito, ombros, braços, pescoço. Mandíbula ou costas, bem como falta de ar , batimentos cardíacos irregulares ou palpitações(arritmia), e fadiga.

Esteja ciente de que os sintomas de um ataque cardíaco podem variar de pessoa para pessoa. Se você já teve um ataque cardíaco, seus sintomas podem não ser os mesmos se você tiver outro. Finalmente, não se esqueça que você pode influenciar a saúde do coração de seus entes queridos. A doença cardíaca começa na infância. Mude seu estilo de vida e de atitude.
Hoje posso dizer: AMO MEU CORAÇÃO E MUDEI DE ATITUDE.

ELMAR


15/04/2017

O QUE ME FAZ ACEITAR AS DIFERENÇAS



PARTE 1
O que aceito e entendo. Muitas pessoas confundem espiritualidade com religião ou mesmo como algo misterioso ou alguma ocorrência sobrenatural. Algumas a pensar em Espiritualidade como uma seita e não raro muitos temem serem manipulados. Se deixamos essas concepções equivocadas no passado e tentarmos estudar e entender o que realmente é a espiritualidade, chegaremos a compreender de que não há nada de misterioso ou sobrenatural, e nem mesmo se refere a uma seita qualquer.
A religião faz com que você se curve, a espiritualidade aponta para suas asas. A religião diz que se deve seguir uma ideologia e obedecer a certas regras, do contrário haverá punição. A Espiritualidade permite que você siga o seu coração. O que você sente está certo. Ela diz que você é livre para ser quem realmente é, sem se curvar a qualquer coisa que não entenda. Intimamente que seja certo e bom para si mesmo e para os demais, já que todos somos um.
A religião faz com que você tema, a Espiritualidade te mostra a coragem. A religião lhe diz o que temer e indica as consequências dos seus erros. A espiritualidade torna você consciente das consequências, mas não quer que você se concentre no medo, ela mostra como enfrentar o medo, como mover-se para fazer o que você sente que é correto, apesar de as consequências que poderão advir.
Ela mostra como agir no amor e não no medo, mostra como controlar o medo e usá-lo a serviço do bem. A religião diz o que é a verdade, e a espiritualidade permite que você descubra a sua própria verdade. A religião lhe diz no que se deve acreditar. O que é certo e o que é errado. A espiritualidade permite que você descubra isso por si mesmo e compreenda a suas próprias verdades de maneira criativa e sim original.

PARTE 2
Ela permite que você se conecte ao seu Eu superior e observe e medite, em cada circunstância, no que é correto e verdadeiro, sabedor que a verdade, como um todo, é a mesma para todos os indivíduos.
Ela permite que você visualize a sua verdade com os olhos do seu coração. A religião separa as outras religiões, e a espiritualidade une.
Temos hoje no mundo muitas religiões. Todas apregoam as suas verdades e, para cada uma, a sua visão é a que é a correta. A espiritualidade vê a verdade em todas as religiões e as enxerga de modo unitário, posto que, como já disse, a verdade é a mesma para todos nós, apesar é observada de modo diferente por grupo, em sua singularidade. Concentra-se na qualidade da mensagem divina que eles compartilham e não nas diferenças de detalhes doutrinários
A religião o torna dependente, e a espiritualidade faz com que você seja independente. Somente se você participar ativamente de dado grupo religioso é que você , aos olhos da religião, será havida por religiosa e digna felicidade. A espiritualidade mostra que você não precisa ou não depende de nada para ser feliz. A felicidade existe no íntimo de cada um e somos responsáveis por encontrar essa benesse, não os outros. Esteja onde ou com quem estivermos, a divindade está em nós e é por isso que merecemos sermos felizes.
A religião apregoa punição, a espiritualidade explica o karma. A religião diz que se não obedecer a certas regras seremos castigados. A espiritualidade nos permite compreender que toda a ação tem sua reação e perceber que o castigo de nossas ações será a reação vinda das ações que executamos. E isso independente de nossa crença. A religião faz com que você siga um determinado caminho, já a espiritualidade permite que você crie seu próprio caminho. As religiões se baseiam em histórias sobre Deus ou deuses, mostrando dado caminho para a sua iluminação e dizendo que você deve seguir sim, e deve determinados passos.

PARTE 3
A espiritualidade permite que você siga na sua própria jornada de iluminação e descobrimento da verdade.
Toda a religião veio pela espiritualidade, pela jornada através da qual uma pessoa se tornou Deus.
Os detalhes da história de cada divindade não são tão importantes, apenas narram o caminho que o personagem percorreu.
A mensagem que compartilhada, sim é que é importante. O divino que ressoa harmoniosamente através de cada um de nós. É por isso que cada religião tem uma centelha da verdade. É por isso que aprimoro cada vez mais este sentimento que está dentro de mim cada vez mais forte.
O meu interior, a minha espiritualidade, por isso sim sou espiritualista.


ELMAR

30/03/2017

SEU CARMA SEU DESTINO


Quando passamos por momentos difíceis, sentimos que o sofrimento tem origem em algo além da compreensão. Várias religiões e doutrinas espirituais chamam de Carma, essa missão que o universo coloca sobre nossos ombros. Segundo os mestres, as lições cármicas são positivas e contribuem efetivamente para o nosso crescimento.
Considerado uma das leis que regem o cosmo, o conceito de carma – palavra que vem de karman, ação em sânscrito, antigo idioma dos indianos – define uma correspondência em que recebemos de volta tudo de bom ou de ruim que proporcionamos aos outros. Todas as nossas ações, para o bem ou para o mal das pessoas ou da natureza, geram os frutos doces ou amargos que colhemos nesta ou em outras vidas. “Qualquer situação individual ou mundial provem do encadeamento de causas e condições geradas pelos seres humanos de existência em existência”.
Segundo a lei do Carma, também conhecida como a lei de causa e efeito ou, ainda, de ação e reação, a quantidade de nossos gestos condiciona não só nossas vidas mas também nossas existências futuras. Por isso ela está inevitavelmente ligada a teoria da reencarnação, que afirma que o espírito é imortal e se manifesta periodicamente na terra a fim de vivenciar lições espirituais necessárias para seu aperfeiçoamento. “Senão aprendermos nossas lições nesta vida, teremos de voltar para aprendê-las em alguma outra”. Esta convicção permeia toda a doutrina do hinduísmo, religião surgida na Índia em aproximadamente 2000, AC... e do budismo, nascido cerca de 500 anos mais tarde.
As duas religiões defendem que a alma passa de corpo em corpo, num ciclo contínuo de nascimento – morte - renascimento, chamado de samsara, até que, livres dos testes e provocações, encontram-se com o divino.
Os sábios vão redimidos do renascer, ao lugar onde a dor não mora, fala o bhagavadgita, um dos escritos sagrados hinduístas.
O espiritismo, fundada no século 19 por Allan kardec, também afirma que os seres humanos são espíritos reencarnados a caminho da evolução. Nossas experiências em vidas anteriores fazem parte “de uma memória que conduz ao amadurecimento e à evolução da alma”.

DAS INTENÇÕES – PENSAMENTOS – E NOSSA CONSCIÊNCIA

O cristianismo rejeita a reencarnação, mas defende que pagamos pelas consequências de nossos maus atos ainda nesta vida, segundo sua tradução da lei de causa e efeito. Há várias citações em que se referem à causalidade no novo testamento. “Tudo o que o homem semear, isso também colherá.
Qualquer ação, positiva ou negativa, não apenas em relação a outro ser humano mas também a um animal, a uma planta ou, ainda ao planeta, resulta em carma a ser repassado em nossas vidas futuras, dizem as antigas tradições. Tudo o que vivemos é consequência das sementes boas ou ruins que plantamos no passado e daquilo que semeamos hoje para colher no futuro.
Para nós ocidentais, pode soar estranho se preocupar com outra existência, como senão bastassem as responsabilidades e dificuldades desta. “Para o budismo somos responsáveis por todas as nossas vidas, passadas e futuras. Segundo a lei espiritual, nosso passado nos condiciona a cumprir um papel , o darma, como é chamado pelos hinduistas, que pode ser traduzido nossa missão de vida.
A intenção que existe por trás de cada gesto também é capaz de gerar carma.”A motivação que precede uma ação importa mais do que a ação propriamente dita. Pois é a intenção que induz nossa responsabilidade. O pensamento também é um movimento de energia, só que mais sutil do que um movimento físico. Dessa forma, todas as imagens mentais que formamos impregnam o espírito e ajudam na formação do Carma. O Carma é gerado a todo o instante, mas, diferentemente do que se pensa, nem sempre ligado a cobrança ou castigo. Tudo que fazemos de positivo representa um bom carma para o futuro. Por meio das boas ações e intenções o que os budistas chamam de méritos, energias positivas que iluminam a mente e abrem caminhos
Por menor que seja, um gesto em benefício de uma causa coletiva se multiplica e atrai positividade. Quando colaboramos doando um único real para uma ação social, nos ligamos à força maior que move aquela iniciativa. Nosso gesto de bondade ou caridade ajuda a propagar a energia positiva movimentada pelo mentor ou criador da ação.
Compreender a lei da causalidade transforma o olhar que pousamos sobre nossa vida e a dos outros, modificando realmente nossa maneira de pensar e agir, abre nosso espírito para o mundo, dando-lhe dimensão e perspectiva infinitas. Isso significa que a consciência das responsabilidades perante nós mesmos, e as outras pessoas e o mundo nos ajuda a viver de forma mais plena e até mesmo a mudar o rumo de nossa vida. A noção de carma não exclui o livre arbítrio, segundo o qual podemos melhorar os pensamentos a qualquer momento. Basta reprogramar nossa mente, sim assim substituindo, conceitos negativos, como fracasso, solidão, momentos depressivos, e tristeza, por outros sintonizados com nossa metas e aspirações elevadas, como amor, felicidade e sucesso.
Ao descobrir que tudo o que pensamos, sentimos e fazemos gerar consequências, começamos a pensar e agir com mais discernimento. Podemos usar a nosso favor as limitações da vida em transformar o carma em darma, em sintonia com nossos propósitos de vida. Prestar atenção em nós mesmos, ajuda a melhorar os relacionamentos. Depois de identificar os padrões de comportamento que dificultam nossas relações, podemos tentar modificá-los. Assim digo, que praticar meditação e fazer psicoterapia, terapia reikiana (REIKI), yoga são formas de melhorar a qualidade dos pensamentos e consequentemente dos atos. O acompanhamento de um conselheiro espiritualista, seria extremamente benéfico.
Ao seguir aos preceitos religiosos, que pregam valores como, bondade, caridade e amor ao próximo, também ganha-se consciência, transformando o carma. Como sustentam as várias religiões, fazer o bem é o melhor caminho.
Contudo afirmo, quando há amor em tudo o que fazemos, irradiamos felicidade a todos em nossa volta.
Nas sessões reikianas profundas e intuitivas que tenho dadas em meu consultório tenho atestado na tranquilidade espiritual e na recomposição energética e no encontro da nossa espiritualidade interior. 
Eu diria então: a forma como as pessoas nos tratam, é o carma delas; a forma como reagimos é o nosso.

Elmar



11/03/2017

QUANDO VOCÊ VIVE OUTRA VIDA E NÃO A SUA




São muitas as formas pelas quais a vida passa sem a cor ao lado de outras pessoas. Ás vezes são familiares, às vezes são cônjuges… Seja como for, é algo que não podemos permitir.
Poucas coisas são tão pessoais e distintas como o modo como genuinamente desejamos levar a vida. E ninguém deve tentar colocá-la dentro de uma moldura, ou paralisá-la como uma âncora ou direcionar nossas próprias velas para nos levar por seus próprios caminhos.

SE VOCÊ VIVE A VIDA DO OUTRO, DEIXA DE SER VOCÊ

Você é o conjunto de seus valores, seus sonhos de ontem e seus desejos do presente. De suas escolhas, suas ilusões durante a manhã e suas tristezas durante a tarde. É o que alcançou até então e o que virá a realizar… Como permitir então que outros desfoquem sua identidade e calcem seus sapatos sem a sua permissão? Você pode perder seu orgulho por amor, pode deixar de lado seus sonhos para sonhar com outras pessoas se assim o quiser. Mas o que nunca, o que jamais deve se permitir, é perder sua dignidade por ninguém.
É necessário transitar por esse caminho chamado vida, da forma mais sincera possível: em liberdade. Sem mágoas no coração e sem ruídos na mente.
Não há porque ter medo da vida, devemos aproveitá-la com alegria e plenitude. E se recentemente não nada disso faz sentido, se quando você abre os olhos pela manhã se vê invadido por um monte emoções negativas, talvez não esteja vivendo a vida que deseja. Talvez esteja atuando na peça que os outros escreveram pra você.

QUANDO SEU DIA A DIA ESTÁ PAUTADO PELO UNIVERSO DE OUTRA PESSOA

Há quem assuma, sem saber muito bem por que, o papel de controlador de uma relação conjugal. A outra pessoa não pode fazer mais do que girar ao seu redor como um satélite em volta de um planeta.
E isso ocorre no início por amor, porque nos enchemos de ilusões e estas duram um tempo, tornando-nos incapazes de ver os detalhes que caracterizam uma relação pouco funcional. Há quem necessite ter o controle, como quem teme que por qualquer coisa o seu castelo de cartas desmorone.
A necessidade obsessiva por controle esconde na verdade uma baixa autoestima que se transforma em autoritarismo e inflexibilidade, não respeitar a vontade do outro e seu espaço pessoal supõe correr risco de perder essa pessoa.
Ser quem dita as decisões, quem escolhe, quem assume, aceita ou rejeita no dia a dia oferece reforços a uma baixa autoestima que é incapaz de mostrar reciprocidade aos outros.

A VIDA PLENA, AUTÊNTICA E FELIZ NÃO BUSCA PRISIONEIROS: NINGUÉM PERTENCE A NINGUÉM

Não se trata de manter uma vida sem vínculos, sem relações e sem ninguém a nosso lado. Trata-se de ser consciente de que não devemos considerar nada como nossa propriedade. Nenhuma pessoa pertence a ninguém

NINGUÉM DEVERIA SER DONO DE SUA FELICIDADE, PORQUE A FELICIDADE NÃO É DIGNA DE POSSE ALHEIA. ELA SE CRIA COMO A BRISA NAS TARDES DE VERÃO OU NOS CORAIS NO FUNDO DOS OCEANOS. A FELICIDADE É UM TESOURO QUE NÃO DEVERIA SER DEIXADO AO CAPRICHO EGOÍSTA DOS OUTROS.

Posto que sou consciente de que todos nós nascemos livres e temos pleno direito de escolher nossa forma de viver, respeito suas escolhas, seus valores e sua forma de pensar. E por isso, me esforço a cada dia para harmonizar meus espaços pessoais com o espaço em comum que ambos compartilhamos.

ESTOU LIVRE DOS PLANOS QUE COMPARTILHAMOS

Há situações do contexto familiar, com mães ou pais possessivos, em que acabamos vivendo vidas alheias que outros criaram para nós. As relações afetivas e conjugais são, no entanto, os territórios mais comuns onde se dá esse tipo de dependência e coerção.
Para viver uma vida feliz e plena não deveríamos nos atar a uma ou várias pessoas. É melhor nos apegarmos a uma meta: a felicidade. Porque é esse o objetivo que nos fará diferenciar quem nos merece. E quem nos faz sofrer não nos merece.

COM A VIDA NÃO SE SONHA NEM SE ESPERA DIANTE DE UMA JANELA ENQUANTO OUTROS NOS DITAM O QUE FAZER E O QUE NÃO FAZER; A VIDA É RISCO E É CORAGEM, A VIDA ACONTECE DEPOIS.

ELMAR 

28/01/2017

VALE TAQUARI / RS



A VOCÊ MEU FUTURO CLIENTE

ELMAR - CONSELHEIRO CERTO HORAS INCERTAS
NUNCA SE ARREPENDA DO QUE FEZ MAS, SE ARREPENDA SIM DO
QUE NÃO FEZ.
NÃO SE PREOCUPE DAS PERGUNTAS QUE LHE FAZEM, MAS SE PREOCUPE
SIM DAS RESPOSTAS QUE VOCÊ TEM QUE DAR. NEM SEMPRE O QUE
DESEJAMOS NÃO É O QUE PENSAMOS. MAS SOMOS TODOS
VISITANTES NESTE MOMENTO E NESTE
LUGAR, OBJETIVO É OBSERVAR, CRESCER, AMAR E
DEPOIS VOLTAR PARA
A NOSSA CASA DE ONDE VIEMOS.

VALE DO TAQUARI / RIO GRANDE DO SUL:

PASSO COM IMENSA ALEGRIA ATENDER
COM UM DEDICADO TRABALHO COMO
CONSELHEIRO PROFISSIONAL NAS ÁREAS:
PESSOAL – ESPIRITUAL – PROFISSIONAL
EMOCIONAL – SENTIMENTAL – RELAÇÕES
CONJUGAIS E INTERPESSOAIS -CRENÇA
MOTIVACIONAL – AUTOCONHECIMENTO DE
SI MESMO – HELP SELF (AJUDO VOCÊ E
VOCÊ SE AJUDA) TERAPIA MENTE E
ESPÍRITO – AJUDA BUDISTA(A ARTE DE
VIVER FELIZ E OS CAMINHOS A SEGUIR)

CONVERSAREMOS AJUDANDO
VOCÊ A REFLETIR E AGIR SABRE: VOCÊ – SEU LAR – SUA VIDA
SEUS OBJETIVOS – SONHOS - ANGÚSTIAS - SEUS ERROS E
SEUS ACERTOS –SEU PASSADO SEU PRESENTE –SEU FUTURO
VOCÊ VIVE ACERTADAMENTE?
AUTOCONHECIMENTO DE VOCÊ - SEUS ARREPENDIMENTOS –
MAS E A SUA FELICIDADE? - SUA SEGURANÇA – SEUS NEGÓCIOS – S
UAS ATITUDES DEFINITIVAS-
SUA SAÚDE - SEU DIA A DIA - O QUE VOCÊ DESEJA DA VIDA- COMO
ANDA SUA FÉ –
E SUA ESPIRITUALIDADE – SEU DEUS O QUE DESEJA DO SEU 2017?
ESTAREI ONLINE VIA SKYPE E HOTMAIL

NESTAS NOSSAS CIDADES DO VALE DO TAQUARI
ANTA GORDA
PLANO DE ATENDIMENTO PRÓPRIO
ARROIO DO MEIO
CREDENCIADO DO PLANO DE SAÚDE
ASSISTÊNCIA FAMILIAR DIERSMANN
ARVOREZINHA
BOM RETIRO DO SUL
CREDENCIADO DO PLANO DE SAÚDE
ASSISTÊNCIA FAMILIAR DIERSMANN
ATENDIMENTO AO VIVO NO CONSULTÓRIO
CANUDOS DO VALE
PLANO DE ATENDIMENTO PACOTE MENSAL
CAPITÃO
PLANO DE ATENDIMENTO PRÓPRIO
COLINAS
PLANO DE ATENDIMENTO PRÓPRIO
COQUEIRO BAIXO
PLANO DE ATENDIMENTO PRÓPRIO
DOIS LAJEADOS
PLANO DE ATENDIMENTO PACOTE MENSAL
CRUZEIRO DO SUL
CREDENCIADO DO PLANO DE SAÚDE
ASSISTÊNCIA FAMILIAR DIERSMANN
DOUTOR RICARDO
PLANO DE ATENDIMENTO PACOTE MENSAL
ENCANTADO
CREDENCIADO DO PLANO DE SAÚDE
ASSISTÊNCIA FAMILIAR DIERSMANN
ESTRELA
CREDENCIADO DO PLANO DE SAÚDE
ASSISTÊNCIA FAMILIAR DIERSMANN
FAZENDA VILA NOVA
PLANO DE ATENDIMENTO PRÓPRIO
FORQUETINHA
PLANO DE ATENDIMENTO PACOTE MENSAL
TABAÍ
PLANO DE ATENDIMENTO PRÓPRIO
ILÓPOLIS
PLANO DE ATENDIMENTO PRÓPRIO
IMIGRANTE
PLANO DE ATENDIMENTO PACOTE MENSAL
LAJEADO
CREDENCIADO DO PLANO DE SAÚDE
ASSISTÊNCIA FAMILIAR DIERSMANN
MARQUES DE SOUSA
PLANO DE ATENDIMENTO PRÓPRIO
MUÇUM
PLANO DE ATENDIMENTO PACOTE MENSAL
NOVA BRÉSCIA
PLANO DE ATENDIMENTO PRÓPRIO
PAVERAMA
PLANO DE ATENDIMENTO PACOTE MENSAL
POÇO DAS ANTAS
PLANO DE ATENDIMENTO PRÓPRIO
POUSO NOVO
PLANO DE ATENDIMENTO PACOTE MENSAL
PROGRESSO
PLANO DE ATENDIMENTO PRÓPRIO
PUTINGA
PLANO DE ATENDIMENTO PACOTE MENSAL
RELVADO
PLANO DE ATENDIMENTO PRÓPRIO
PLANO DE ATENDIMENTO PACOTE MENSAL
ROCA SALES
CREDENCIADO DO PLANO DE SAÚDE
ASSISTÊNCIA FAMILIAR DIERSMANN
SANTA CLARA DO SUL
PLANO DE ATENDIMENTO PACOTE MENSAL
SÉRIO
PLANO DE ATENDIMENTO PRÓPRIO

TAQUARI
PLANO DE ATENDIMENTO PRÓPRIO
PLANO DE ATENDIMENTO PACOTE MENSAL

TEUTÔNIA
CREDENCIADO DO PLANO DE SAÚDE
ASSISTÊNCIA FAMILIAR DIERSMANN
TRAVESSEIRO
PLANO DE ATENDIMENTO PACOTE MENSAL

VESPASIANO CORREA
PLANO DE ATENDIMENTO PRÓPRIO
WESTEFÁLIA
PLANO DE ATENDIMENTO PACOTE MENSAL
PARA AGENDAR SUA CONSULTA
VIA ONLINE – SKYPE – HOTMAIL -EMAIL

OBS:ENTRE EM CONTATO COM OS EMAILS DO BLOG
PARA ENTRAR NO SKYPE DIRETO COM ELMAR
SKYPE: bhay.sing

NESTE LUGAR, OBJETIVO É OBSERVAR, CRESCER, AMAR E 
DEPOIS VOLTARMOS
PARA A NOSSA CASA DE ONDE VIEMOS.



15/01/2017

PASSADO NÃO SE MUDA, SE APRENDE COM ELE

O Tempo...


Eu afirmo que existem pessoas que se centram no passado e isso as impede de avançar para um futuro melhor. Este passado pode machucar, mas não é possível mudá-lo, por mais que a gente queira. É por isso que a vida consiste em desfrutar o poder do agora e em viver o presente para podermos encontrar o caminho da felicidade.

A consciência está no aqui e agora. Para viver o momento presente, a sua consciência deverá estar centrada no aqui. Você não vai se sentir preocupado com o futuro, e os sentimentos negativos não vão te proibir de avançar por causa do teu passado. Viver no presente implica que você está vivendo no que está acontecendo agora mesmo.

O passado e futuro são como ilusões, estão na sua mente; no entanto o passado já não existe e o futuro ainda não chegou. A verdade é o que amanhã nunca chega, visto que é somente um conceito que temos para poder entender a linha do tempo. Um tempo que é sempre agora, neste preciso instante. A diferença entre o passado, o presente e o futuro é só uma ilusão. Viver no presente poderá mudar sua vida. Se você não vive no presente, é porque está vivendo uma ilusão. Quantas vezes você se preocupou e até se sentiu mal por coisas que não sabia se realmente iam acontecer? Quantas vezes você se culpou por erros cometidos, independentemente do tempo que passou? Se você já fez isso muitas vezes, é porque às vezes se sente preso às ilusões passadas e futuras.

Viver no presente vai te ajudar a melhorar o seu bem-estar emocional, mas também poderá melhorar a sua saúde física. Não viver no presente vai afetá-la gravemente. O estresse mental causado por viver nas ilusões e preocupações terá um impacto negativo sobre a sua saúde física e emocional.

Quando você vive no presente, faz as pazes com o seu passado e não tenta controlar o futuro, você viverá na aceitação. Você vai começar a aceitar a vida como ela é agora, não como você gostaria que tivesse sido. Quando viver a aceitação, você percebe as coisas como elas são. Você vai poder perdoar a si mesmo pelos erros cometidos no passado e também encontrar a paz no seu coração, sabendo que o que tem que acontecer vai acontecer.

As vezes é difícil viver no presente. Algumas pessoas sentem uma ansiedade profunda porque continuam olhando para trás ou porque não param de tentar prever o futuro. Mas a maior razão pela qual muitas pessoas lutam para viver no presente é porque não nos calamos nem deixamos de pensar. Estamos constantemente falando de nós mesmos:é difícil ouvir outra coisa que não os nossos pensamentos… e nos esquecemos de nos conectar com a realidade. 

As pessoas gostam de criar histórias, contá-las e escutá-las dos outros para compará-las com as nossas. Isso não é algo ruim e, de certo modo, a vida é feita de histórias. O problema começa quando sentimos a necessidade de criar histórias sobre tudo e confundimos o mundo. A realidade não é um conceito, a realidade é o agora. Quando nos dermos conta disso, vamos encontrar a paz em nosso interior. O futuro nos tortura e o passado nos aprisiona.

Liberte-se do passado e comece a viver o agora. A pior coisa de viver no passado ou de pensar constantemente no futuro é que você está renunciando ao seu poder interior. Se você não vive no agora, estará renunciando a sua vida, estará vetando a sua capacidade de criação e esquecendo que você é o único que tem a oportunidade de moldar a sua vida para seu bem estar emocional. Se você precisa fazer mudanças na sua vida para estar melhor, não espere mais e faça isso agora. Você só encontrará o seu caminho começando a caminhar. Se você está vivendo no passado, deve saber que você não pode fazer nada para melhorá-lo, a não ser que o faça agora, no presente.

Se você quer viver em paz com o seu passado e em um futuro melhor, aceite a realidade que tem hoje. Então parece complicado viver no presente, mas você terá que quebrar as cadeias do passado e deixar de prever o que vai acontecer no seu futuro. Trabalhe no presente e o passado será composto por boas recordações, e o futuro será o caminho que você estará percorrendo


________
 Elmar